CORRESPONDÊNCIAS – 2008

CORRESPONDÊNCIAS Instalação com cinco mil envelopes realizada no MON – Museu Oscar Niemeyer em Curitiba-2008. trechos do catálogo:

Há sabidamente uma linguagem dos selos, que está para a

linguagem das flores como o alfabeto Morse está para o escrito.

Mas por quanto tempo viverá ainda a floração entre postes telegráficos?

Não são os grandes selos artísticos do pós-guerra, com suas cores plenas,

Já as sécias e dálias outonais dessa flora?[…]

Walter Benjamin

“Correspondências” é diálogo – palavra & imagem que, nas cartas/envelopes, aproximadas por contradição, atração cultural e/ou estética, tece o texto imagético, criando outros discursos e outras possibilidades de leitura. O envelope, casulo de palavras, é suporte misterioso, frágil e belo que solicita o tato. “Correspondências” é concentração de significados, viagens no tempo/espaço; é o refazer dos caminhos que levam a um ou a vários destinatários.Para Benjamin, o CARIMBO é a “parte oculta” dos selos, o seu lado noturno, que pode ser “solene” ou “profético” […]

​—————————————————————————————————————————

Ação Educativa – MOON
SOLANGE ROSENMANN

Coordenação de Monitoria
SIRLEI ESPÍNDOLA

Compartilhe:
Scroll to top